E quando chorar não é mais o suficiente para te fazer acalmar? O que se pode fazer quando o desejo de viver se esvai pelos dedos como areia na praia? Como prosseguir com uma vida que já não se tem perspectivas futuras? São tantos questionamentos que são feitos durante a vida. São tantos pensamentos inapropriados que se fossem contados seriamos muito mais do que julgados. As vezes a gente só quer uma abraço apertado, um afago, um "vai ficar tudo bem". Em dias conturbados ver um sorriso bobo pode ser transformador. Em um mundo de paixões conturbadas sentir um frio na barriga pode ser libertador. Onde se é deixado uma ferida não deve ser perfurado, palavras podem machucar com intensidade maior que uma arma de fogo. As pessoas se esquecem disso com o tempo, pensam que tudo faz parte de uma grande brincadeira e que todos vão rir no final. Cada uma sabe a batalha interior que vivencia todos os dias, não vale a pena se questionar mais ainda por coisas ditas por pessoas inúteis. Mas porque então fazemos isso? Por que nos importamos tanto com quem não se importa com a gente? Se eu soubesse a resposta provavelmente esse texto faria mais sentido, meu coração não estaria ferido e minha maquiagem não estaria borrada.


Share this:

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário